Alexandre de Moraes o noviço protetor de ex-colegas de governo Temer

Egresso do Ministério da Justiça para o STF por indicação de Michel Temer, Alexandre de Moraes, mal assumiu sua toga, sentou em cima do processo sobre a limitação do alcance do foro privilegiado há 39 dias. Com isso, Moraes favorece ex-colegas de governo que respondem a inquéritos na Suprema Corte, como por exemplo, os ministros como Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil) que sem a providencial proteção de Moraes teriam o mesmo destino do ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso preventivamente há uma semana. A sessão do Supremo sobre foro privilegiado só poderá ser concluída quando Moraes devolver o processo para o plenário. Quanta vergonha! Moraes, ainda tão jovem, em vez de trabalhar pelo povo brasileiro que lhe paga os salários, aceitou ser indicado por Temer com a principal missão de se submeter a um papel horroroso destes.

 

Compartilhe:

Leave a Reply